terça-feira, 1 de setembro de 2009

Fui sabendo de Mim


Fui Sabendo de Mim
(Mia Couto, in "Raiz de Orvalho e Outros Poemas")


Fui sabendo de mim
por aquilo que perdia
pedaços que saíram de mim
com o mistério de serem poucos
e valerem só quando os perdia
fui ficando
por umbrais
aquém do passo
que nunca ousei
eu vi
a árvore morta
e soube que mentia.

Um comentário:

  1. Você é muito mais do que uma Rosa!!!!!!!Flor do nosso Marupiara. Te amo

    ResponderExcluir